Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Notícias 2017 > Ibama em luto: queda de avião fretado pelo Exército mata servidores em Roraima
Início do conteúdo da página

Ibama em luto: queda de avião fretado pelo Exército mata servidores em Roraima

Publicado: Segunda, 03 de Julho de 2017, 21h07 | Última atualização em Quinta, 13 de Julho de 2017, 10h14

Brasília (03/07/2017) – O Ibama informa, com extremo pesar, que a queda de avião fretado pelo Exército nesta segunda-feira (03/07) no município de Cantá, em Roraima, resultou na morte do piloto Marcos Costa Jardim e dos agentes ambientais federais Olavo Perim Galvão, Alexandre Rochinski e Sebastião Lima Ferreira Júnior. O agente Lazlo Macedo de Carvalho foi socorrido em estado grave após o desastre aéreo e será transferido nesta terça-feira (04/07) do Hospital Geral de Roraima para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG), no Rio de Janeiro.

Os quatro servidores partiram de Boa Vista (RR) e seguiriam para a Terra Indígena Yanomami, em Roraima. Ibama e Exército realizam na região a Operação Curare VIII, de combate a garimpos ilegais, desmatamento e outros ilícitos transfronteiriços.

Nascido em Castelo (ES), o analista ambiental Olavo Perim Galvão tinha 35 anos. Ingressou no Ibama por concurso público em 2005 e estava lotado no Espírito Santo. O analista ambiental Alexandre Rochinski é natural de Londrina (PR) e tinha 45 anos. Foi nomeado para o Instituto em 2003 e chefiava a Fiscalização Ambiental em Santa Catarina. Nascido em Boa Vista (RR), o técnico administrativo Sebastião Lima Ferreira Junior tinha 50 anos. Ingressou no Ibama em 1994 e atuava em Roraima.

Internado em estado grave, o analista ambiental Lazlo Macedo de Carvalho, de 44 anos, lotado na Unidade Técnica do Ibama em Santos (SP), será transferido nesta terça-feira (04/07) pela Força Aérea Brasileira (FAB) para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do HFAG, no Rio de Janeiro.

O Ibama se solidariza com parentes, amigos e colegas de trabalho. Todo o apoio vem sendo prestado às famílias. O Ministério da Defesa realizará o traslado dos corpos para Santa Catarina e Espírito Santo após liberação pelas autoridades locais. Será realizada na próxima semana uma homenagem aos servidores na sede do Instituto, em Brasília.

"Olavo Perim Galvão, Alexandre Rochinski e Sebastião Lima Pereira Júnior dedicaram suas vidas à defesa do meio ambiente, com extremo profissionalismo e comprometimento. Apresentamos nossa solidariedade e respeito às famílias nesse momento de dor", disse a presidente do Ibama, Suely Araújo.

As investigações sobre a causa do acidente são conduzidas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). O Exército abriu sindicância e a Polícia Federal (PF) instaurou inquérito.

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página