Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Preservativos de madeiras > Registro de produto preservativo de madeira
Início do conteúdo da página

Registro de produtos preservativos de madeiras

Publicado: Segunda, 14 de Novembro de 2016, 15h58 | Última atualização em Sexta, 19 de Outubro de 2018, 12h59

Procedimentos para registro de produtos preservativos de madeiras
Categorias das empresas no Cadastro Técnico Federal (CTF)
• Alterações de dados de produtos já registrados
• Lista de produtos preservativos de madeiras registrados
Relatórios semestrais
Mais informações
Legislação
Contato

 


Procedimentos para registro de produtos preservativos de madeiras

Os procedimentos para registro de produtos preservativos de madeiras estão previstos na Portaria Interministerial nº 292, de 28 de abril de 1989, na Instrução Normativa Ibama nº 05, de 20 de outubro de 1992 e na Portaria Normativa Ibama nº 151, de 24 de novembro de 1997.

Guia para registro de produtos preservativos de madeiras (PDF - 148 KB)

Voltar para o topo


Categorias das empresas no Cadastro Técnico Federal (CTF)

As empresas que pretendem registrar, produzir, importar ou usar produtos preservativos de madeiras devem estar cadastradas no Cadastro Técnico Federal do Ibama em uma ou mais das categorias abaixo:

Tipo Código Categoria no CTF Descrição
Usuário 7.2: Preservação de madeira Indústria de madeira
  • A estocagem de produto florestal no estabelecimento de usina sem pressão, para tratamento de preservação de madeira;
  • O depósito para estocagem, no mesmo estabelecimento industrial em que ocorra a sua utilização, de produto perigoso que seja matéria-prima, insumo ou fonte de energia de processo industrial;
  • O depósito de resíduos perigosos, no mesmo estabelecimento em que ocorra a sua geração, e que serão expedidos para tratamento, destinação ou disposição;
  • O tratamento de efluentes industriais no próprio estabelecimento industrial gerador de efluentes
Fabricante

15.17:Produção de substâncias e fabricação de produtos químicos - PI nº 292/1989: art. 1º

Indústria química
  • A produção de substâncias, com fins comerciais ou para consumo próprio, cuja finalidade seja a preservação de madeira;
  • A produção de creosoto de madeira;
  • A produção de creosoto mineral;
  • A fabricação de ingrediente ativo e formulação, com fins comerciais ou para consumo próprio, cuja finalidade seja a preservação de madeira;
  • A fabricação de preparações químicas para tratamento da madeira;
  • A fabricação de preservativos de madeira;
  • A fabricação de óleo de creosoto;
  • A fabricação de óleo de creosoto mineral;
  • O depósito para estocagem, no mesmo estabelecimento industrial em que ocorra a sua utilização, de produto perigoso que seja matéria-prima, insumo ou fonte de energia de processo industrial;
  • O depósito de resíduos perigosos, no mesmo estabelecimento em que ocorra a sua geração, e que serão expedidos para tratamento, destinação ou disposição;
  • O tratamento de efluentes industriais no próprio estabelecimento industrial gerador de efluentes.

Titular de registro/Comerciante / Importador / Exportador

18-17: Comércio de produtos químicos e produtos perigosos - Convenção de Estocolmo / PI nº 292/1989

Transportes, terminais, depósitos e comércio

  •  A importação de Poluentes Orgânicos Persistentes (POP) de uso industrial e de produção não intencional, controlados pela Convenção de Estocolmo;
  • A importação de produtos preservativos de madeira;
  • O comércio atacadista de produtos preservativos de madeira;
  • O comércio direto, entre fabricantes e utilizadores, de produtos POP e preservativos de madeira;
  • O comércio varejista de produtos preservativos de madeira.

Voltar para o topo


Alterações de dados de produtos já registrados

Caso haja necessidade de fazer alterações de dados de produtos já registrados, deve-se encaminhar requerimento para a Diretoria de Qualidade Ambiental (Diqua) / Coordenação de Controle Ambiental de Produtos e Substâncias Perigosas solicitando a alteração desejada.

Voltar para o topo


Lista de produtos preservativos de madeiras registrados

Acesse a lista de produtos preservativos de madeiras registrados no Ibama.

Voltar para o topo


Relatórios semestrais

As empresas fabricantes de produtos preservativos de madeiras deverão encaminhar relatórios semestrais de acordo com o anexo 4 da Instrução Normativa nº 05/1992. As usinas de tratamento de madeira deverão encaminhar os relatórios semestrais de acordo com o anexo 5 da Instrução Normativa 05/92.

Envio dos relatórios

O envio dos relatórios pode ser feito por e-mail:

1º. Baixar o modelo de planilha adequado:

Fabricante / Produtor / Importador (Anexo 4 da IN nº 05/1992)
Usinas  (Anexo 5 da IN nº 05/1992)

2º. Em caso de dúvidas, verificar o manual de preenchimento.

3º. Após o preenchimento da planilha, enviar dois arquivos (um em formato .ODS e outro da sua versão em formato .PDF), para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Voltar para o topo


Mais informações

• Guia para registro de produtos preservativos de madeiras (PDF - 140 KB)

Voltar para o topo


Legislação

Lei nº 10.165, de 27 de dezembro 2000

Altera a Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, que dispõe sobre a Política Nacional de Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências.

Lei nº 9.960, de 28 de janeiro de 2000

Institui a Taxa de Serviços Administrativos - TSA, em favor da Superintendência da Zona Franca de Manaus - Suframa, estabelece preços a serem cobrados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Ibama, cria a Taxa de Fiscalização Ambiental - TFA, e dá outras providências.

Lei 6.938 de 31 de agosto de 1981 Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências.
Portaria Interministerial nº 292, de 28 de abril de 1989

Cria uma sistemática integrada para disciplinamento de atividades relacionadas à preservação de madeiras.

Instrução Normativa Ibama nº 6, de 24 de março de 2014

Regulamenta o Relatório Anual de Atividades Potencialmente Poluidoras e Utilizadoras de Recursos Ambientais - RAPP, nos termos desta Instrução Normativa.

Instrução Normativa Ibama nº 10, de 27 de maio de 2013

Regulamenta o Cadastro Técnico Federal de Atividades e Instrumentos de Defesa Ambiental - CTF/AIDA, nos termos desta Instrução Normativa.

Instrução Normativa Ibama nº 6, de 15 de março de 2013

Regulamenta o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras e Utilizadoras de Recursos Ambientais - CTF/APP, nos termos desta Instrução Normativa.

Instrução Normativa Ibama nº 132, de 10 de novembro de 2006

Adota medidas restritivas à continuidade de atividades que envolvam produtos destinados à preservação de madeiras contendo os ingredientes ativos Lindano (gama-hexaclorociclohexano) e Pentaclorofenol (PCF) e seus sais no Brasil. As disposições desta Instrução Normativa não se aplicam ao uso dos ingredientes ativos como padrão analítico para fins laboratoriais ou de monitoramento de resíduos ambientais.

Instrução Normativa Ibama nº 151, de 24 de novembro de 1997

Para efeito de registro de produtos preservativos de madeira, o interessado deverá protocolar processo contendo a documentação completa estabelecida pelo Art. 5º da Portaria Interministerial nº 292/89 de 28 de abril de 1989 e pelo inciso II, alíneas b, d e e da Instrução Normativa nº 5/92 de 20 de outubro de 1992.

Instrução Normativa Ibama nº 5, de 20 de outubro de 1992

Disciplina os procedimentos a serem observados quando do cumprimento do estabelecido na Portaria Interministerial nº 292, de 28 de abril de 1989.

 

 

Voltar para o topo


Contato

Diretoria de Qualidade Ambiental (Diqua) do Ibama

Dúvidas referentes à legislação podem ser encaminhadas para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Voltar para o topo


 

Fim do conteúdo da página