Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notas > Ibama inaugura plataforma de ensino a distância para uso do Sinaflor
Início do conteúdo da página

Ibama inaugura plataforma de ensino a distância para uso do Sinaflor

Publicado: Quinta, 14 de Fevereiro de 2019, 19h40 | Última atualização em Sexta, 08 de Março de 2019, 20h49
imagem sem descrição.

Brasília (14/02/2019) - O Ibama inaugurou nesta nesta quinta-feira (14/02) em Porto Alegre (RS) plataforma de Ensino a Distância (EaD) para capacitar empreendedores, responsáveis técnicos e servidores de órgãos ambientais a operar o Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor).

Os usuários poderão acessar, em computadores ou celulares, material didático em formato PDF e videoaulas, além de biblioteca virtual com materiais auxiliares, manuais e documentos necessários à operação do sistema.

A inscrição nos cursos e o uso da plataforma são gratuitos. Ao concluir a aprendizagem, o usuário receberá um certificado de participação emitido pelo Ibama.

“O Sinaflor foi desenvolvido pelo Ibama para impedir fraudes e fortalecer o comércio legal de produtos florestais no país. Permite o rastreamento de toda a cadeia produtiva da madeira, garante transparência no controle da origem dos produtos florestais e oferece segurança à transferência de créditos para o sistema do Documento de Origem Florestal (DOF)”, diz o diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas do Ibama, João Pessoa Moreira.

Para o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul, Artur Lemos Júnior, a plataforma irá auxiliar na qualificação de servidores em 489 municípios no estado. “Queremos trabalhar as informações de forma integrada, em âmbito municipal, estadual e federal. A ferramenta é importante para o projeto do Rio Grande do Sul, na unificação e qualificação de uma base de dados que permita o uso pleno de tecnologia a favor do cidadão.”

A elaboração do conteúdo e a instalação da estrutura necessária para os cursos foram realizadas com recursos do GEF (Global Environment Facility, na sigla em inglês), fundo criado durante a Conferência das Nações Unidas Rio 92, apoiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e administrado pelo Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Ensino (Catie) da Costa Rica.

 

Mais informações:

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
061 3316 1015

registrado em:
Fim do conteúdo da página