Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notas > Ibama e MMA realizam oficina sobre Avaliação de Risco da Introdução de Peixes e Invertebrados Aquáticos no país
Início do conteúdo da página

Ibama e MMA realizam oficina sobre Avaliação de Risco da Introdução de Peixes e Invertebrados Aquáticos no país

Publicado: Quarta, 31 de Outubro de 2018, 18h11 | Última atualização em Segunda, 12 de Novembro de 2018, 15h07

Brasília (31/10/2018) - Analistas do Ibama realizaram na última semana “Oficina de Avaliação de Risco da Introdução de Peixes e Invertebrados Aquáticos no Brasil”, no auditório do Ministério do Meio Ambiente (MMA), em Brasília. O objetivo foi executar ações integradas para prevenir a introdução de espécies exóticas invasoras no país por meio de protocolos de avaliação de risco.

A oficina foi uma iniciativa da Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas do Ibama e da Secretaria de Biodiversidade do MMA, e teve a participação de pesquisadores da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), da Universidade Federal do Pará (UFPA), da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e da Universidade de São Paulo (USP). Além de servidores do Ibama e do MMA, participaram analistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Secretaria Especial da Aquicultura e da Pesca (Seap).

Um dos resultados foi a elaboração de protocolos de avaliação de risco da introdução de espécies de peixes e invertebrados, que serão usados para avaliar as solicitações de importações dessas espécies.

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados:

 

Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas do Ibama

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página