Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Educação Ambiental > Educação Ambiental no Ibama
Início do conteúdo da página

Educação Ambiental no Ibama

Publicado: Quinta, 17 de Novembro de 2016, 11h40 | Última atualização em Sexta, 01 de Julho de 2022, 17h45

 

 


Educação Ambiental no Ibama

 

A Educação Ambiental (EA) no contexto da gestão ambiental pública caracteriza-se por processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas à conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. Este conceito consta no artigo 1° da Lei 9.795, de 1999, que define a Política Nacional de Educação Ambiental.

Nesse contexto, o Ibama, como órgão integrante do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama), busca promover programas de educação ambiental integrados às suas atividades finalísticas.

O Brasil é um dos poucos países onde o processo de educação ambiental encontra-se sistematizado, e que por meio de processos colegiados são definidas as suas políticas, objetivos, princípios e recomendações. No Ibama, as ações de EA são orientadas de acordo com os seguintes dispositivos:

1. A Constituição Federal de 1988, que estabelece no inciso VI do artigo 225 a necessidade de “promover a EA em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente”;

2. A Lei 9.795, de 27 de abril de 1999, da Presidência da República, que dispõe sobre a Educação Ambiental e institui a Política Nacional de Educação Ambiental (regulamentada pelo Decreto 4281/2002);

3. A Lei Complementar 140, de 08 de dezembro de 2011, da Presidência da República, que define as competências para a cooperação entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios nas ações administrativas decorrentes do exercício da competência comum relativas à proteção das paisagens naturais notáveis, à proteção do meio ambiente, ao combate à poluição em qualquer de suas formas e à preservação das florestas, da fauna e da flora;

4. O Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA), no qual o Ministério do Meio Ambiente (Diretoria de Educação Ambiental) e o Ministério da Educação (Coordenação Geral de Educação Ambiental) definem como eixo orientador a perspectiva de sustentabilidade.

Competência

Dentre as atribuições finalísticas da Autarquia, compete ao Centro Nacional de Monitoramento e Informações Ambientais (Cenima) a atribuição de planejar e implementar programas, projetos e ações educativas no contexto das atividades finalísticas, visando o fortalecimento da gestão ambiental pública e propor e apoiar ações compartilhadas de educação ambiental e ações de formação continuada em parceria com os órgãos do Sisnama, entidades públicas e organizações da sociedade civil que desenvolvam atividades ligadas à área ambiental.

 

Voltar para o topo


Comitê Intersetorial Permanente de Educação Ambiental (Cipea)

 

Para fortalecer, articular e integrar as ações de Educação Ambiental (EA) desenvolvidas pelo Ibama foi criado em 16 de novembro de 2016, pela Portaria Ibama n° 34 o Comitê Intersetorial Permanente de Educação Ambiental (Cipea), com a competência de:

  • estabelecer as Diretrizes da EA no Ibama de forma participativa, contando com as contribuições dos Núcleos de Educação Ambiental (NEAs);
  • contribuir com o planejamento das ações e atividades de EA do Ibama para otimizar recursos e esforços institucionais;
  • discutir os processos formativos em EA voltados para os servidores do Ibama;
  • discutir os processos formativos em Educação no processo de gestão, referenciados nos eixos temáticos pelos quais o Ibama exerce sua competência na gestão ambiental federal;
  • apoiar e monitorar as ações de EA dos setores do Ibama buscando sua integração; e
  • sistematizar e divulgar as ações de EA do Ibama. 

Os projetos de educação ambiental do Ibama são executados pelos representantes do Cipea nas Unidades Descentralizadas do Ibama e coordenados pela equipe de Educação Ambiental do Centro Nacional de Monitoramento e Informações Ambientais (Cenima) na Sede do Ibama.  

Voltar para o topo


Diretrizes e Linhas de Ação da Educação Ambiental no Ibama

 

Linhas de Ação

Os programas e projetos de Educação Ambiental do Ibama devem se relacionar operacionalmente as seguintes linhas de ação:

  • Formação permanente de Gestores e Educadores Ambientais:
    • Formação permanente de público interno; e
    • Formação permanente de público externo.
  • Desenvolvimento de Instrumentos e Metodologias;
  • Elaboração e Divulgação das ações de Educação ambiental; e
  • Desenvolvimento de Ações Educativas com foco:
    • Na Gestão dos Recursos Pesqueiros;
    • Na Proteção e no Manejo de Fauna;
    • Na Recuperação de recursos hídricos e Áreas Degradadas;
    • Na Prevenção de Desmatamentos e de Incêndios Florestais;
    • No cadastramento de atividades potencialmente poluidoras e ou utilizadoras de recursos ambientais e no Licenciamento Ambiental Federal;
    • No controle da importação e uso de substâncias perigosas e na logística reversa dos resíduos perigosos; e
    • Nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS).

 

Diretrizes

 Os programas e projetos de Educação Ambiental do Ibama devem seguir as seguintes diretrizes:

  • Promover o espaço de gestão ambiental como um lugar de ensino aprendizagem, buscando criar condições para a participação individual e coletiva dos cidadãos, de forma crítica, a fim de subsidiar as políticas públicas ambientais.
  • Fomentar a articulação de diversos saberes, fazeres, valores e crenças, fortalecendo a ação coletiva e organizada junto aos diversos segmentos sociais que são afetados e ou onerados pelo ato de gestão ambiental.
  • Desenvolver procedimentos metodológicos de caráter dialógico que facilitem a construção de conhecimentos, habilidades e atitudes, necessárias à participação individual e coletiva na gestão do uso de recursos ambientais.
  • Estabelecer parcerias e fomentar o diálogo entre os órgãos governamentais, organizações da sociedade civil e setores privados, para viabilizar a construção e implementação coletiva de projetos de educação ambiental, de caráter formal e não formal, nos ambientes rurais e urbanos.
  • Promover e apoiar a produção, divulgação e disponibilização de recursos e materiais, das diferentes áreas de atuação do Ibama, como ferramenta para implementação de projetos educativos.
  • Alinhar os projetos e as ações da educação ambiental do Ibama aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), identificando, sempre que possível, as respectivas metas e divulgando seus símbolos em todos os materiais informativos e educativos.
  • Integrar os planejamentos de fiscalização e controle com projetos de educação ambiental promovendo atividades preventivas e ações que estimulem a redução dos ilícitos ambientais e a mediação dos diferentes tipos de conflitos.
  • Acompanhar as ações de educação ambiental no âmbito do licenciamento ambiental estimulando a reflexão crítica dos atores sociais sobre os impactos ambientais que poderão ser gerados pelo empreendimento.
  • Desenvolver ações educativas relativas ao manejo de fauna, de recursos pesqueiros, a proteção e recuperação de áreas degradadas, gestão de recursos hídricos e prevenção e controle de incêndios florestais visando à consolidação de acordos e instrumentos de gestão.

Voltar para o topo


Plano Nacional de Gestão da Educação Ambiental do Ibama (Pangea)

O Plano Nacional de Gestão da Educação Ambiental do Ibama (Pangea) considera a Educação Ambiental no Ibama como instrumento transversal para aplicação das políticas públicas de Meio Ambiente, e demonstra os desafios, assim como, diretrizes, linhas de ação, objetivos, metas e ações de Educação Ambiental a serem executadas em todas as unidades do Ibama, visando a conservação, proteção, consumo consciente, participação equilibrada e qualificada nos processos de tomada de decisão buscando o desenvolvimento sustentável.

Este plano foi construído em harmonia com a Política Nacional de Educação Ambiental (PNEA), com a Política Nacional do Meio Ambiente (PNMA) e com o Plano Estratégico Institucional (PEI) do Ibama; indispensáveis para o desenvolvimento dos objetivos estratégicos da autarquia.

A iniciativa é resultado do trabalho dos servidores da instituição, que com empenho realizam ações de Educação Ambiental em todo o Brasil; atividade indispensáveis para o desenvolvimento dos objetivos estratégicos da autarquia.

O Pangea é fruto da atuação efetiva do Comitê Intersetorial Permanente de Educação Ambiental (Cipea) do Ibama, criado em novembro de 2016, e, mais recentemente, pelo Núcleo de Gestão da Educação Ambiental.

 

 

 Voltar para o topo


Contatos

 

Para mais informações a respeito dos Projetos de EA do Ibama entre em contato com a Coordenação Nacional ou com os representantes do Cipea nos estados:

 

Coordenação Nacional do Cipea

Telefones: (61) 3316-1910, (61) 3316-1851, (61) 3316-1812 

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Núcleos de Educação Ambiental (NEAs) nos estados:

 

NEA Acre (AC) Telefones: (68) 3211-1744, (68) 3211-1711
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
NEA Alagoas (AL) Telefones: (82) 2122-8337, (82) 2122-8334
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Amapá (AP) Telefones: (96) 2101-6756, (96) 2101-9024
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
NEA Amazonas (AM) Telefones: (92) 3878-7120,  (92) 3878-7152
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Bahia (BA) Telefones: (71) 3172-1753, (71) 3172-1767 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Ceará (CE) Telefones: (85) 3307-1154, (85) 3272-1174
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Distrito Federal (DF) Telefones: (61) 3035-3488, (61) 3035-3493
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
NEA Espírito Santo (ES) Telefones: (27) 3086-1092, (27) 3089-1173
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Goiás (GO) Telefone: (62) 3946-8100
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Maranhão (MA) Telefones: (98) 3131-2346, (98) 3131-2319
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Minas Gerais (MG) Telefones: (31) 3555-6131, (31) 3555-6140 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Mato Grosso do Sul (MS) Telefones: Telefones: (67) 3317-2966, (67) 3317-2951
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Pará (PA) Telefones: (91) 3210-4711, (91) 3210-4794
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Paraíba (PB) Telefones: (83) 3198-0839, (83) 3198-0826
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Pernambuco (PE) Telefones: (81) 3201-3875, (81) 3201-3801, (81) 3201-3826
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Piauí (PI) Telefones: (86) 3301-2443, (86) 3301-2402
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Paraná (PR) Telefones: (41) 3360-6187, (41) 3360-6155
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Rio de Janeiro (RJ) Telefones: (21) 3077-4270, (21) 3077-4269
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Rio Grande do Norte (RN) Telefones: (84) 3321-1676, (84) 3342-0425
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Rondônia (RO) Telefones: (69) 3217-2728, (69) 3217-2700
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Roraima (RR) Telefone: (95) 4009-9414
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Rio Grande do Sul (RS) Telefones: (51) 3214-3405, (51) 3214-3457. (51) 3214-3401
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Santa Catarina (SC) Telefones: (48) 3212-3359, (48) 3312-3348
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Sergipe (SE) Telefones: (79) 3046-1003, (79) 3046-1004, (79) 3046-1017
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA São Paulo (SP) Telefones: (11) 3066-2686
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
NEA Tocantins (TO) Telefones: (63) 3219-8422. (63) 3219-8410 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 

 

Voltar para o topo

Fim do conteúdo da página