Serviços

Facilidades

Ibama apreende 45 aves silvestres em Boqueirão-PB PDF Imprimir E-mail

João Pessoa (15/03/2012) - Em mais uma ação contra o tráfico de animais silvestres no estado da Paraíba, a equipe de fiscalização do Escritório Regional de Campina Grande apreendeu, na manhã de hoje, 45 pássaros silvestres no município de Boqueirão, no Brejo paraibano. As multas aplicadas somam R$ 27 mil.

38 canários da terra, três golados e um azulão, estavam em cativeiro em uma residência no bairro Malvinas. Os agentes ambientais federais encontraram o local após denúncia encaminhada ao Ibama. O responsável pelo cativeiro foi multado em R$ 21 mil, e teve as aves apreendidas. A quantidade de animais e de gaiolas encontrados no local, além de balanças de precisão, sugerem  tráfico de animais e também que o responsável por este cativeiro estaria envolvido com rinhas de canários.

Noutra residência, nas proximidades dessa primeira, a equipe apreendeu um papagaio, um galo-da-campina e um azulão. Os animais estavam expostos em frente à casa. O responsável pelo cativeiro destes três animais foi autuado com multa no valor de R$6 mil.

As aves apreendidas serão encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama na Paraíba, onde passam por avaliação e recebem cuidados. Após um período de quarentena, é avaliada a possibilidade de reintrodução dos animais na natureza.

O Ibama alerta que a manutenção de animais silvestres em cativeiro sem autorização da autoridade ambiental competente é crime ambiental. Os responsáveis por cativeiros ilegais, além de serem autuados pelos agentes ambientais federais do Ibama, terão seus casos encaminhados ao Ministério Público para o encaminhamento de ações criminais na Justiça.

Christian Dietrich
Ibama/PB

Fotos: Rinaldo Filho e Luis Pereira