Serviços

Emitida a Licença Prévia para a Linha de Transmissão Jauru-Porto Velho PDF Imprimir E-mail

Brasília (04/11/2011) - O Ibama emitiu a Licença Prévia para a Linha de Transmissão Jauru/Porto Velho/Rio Branco - C3. O objetivo da obra é melhorar o atendimento local de energia elétrica na região de Porto Velho(RO), Rio Branco(AC), Jauru(MT) e demais municípios nesses estados. Outro objetivo é escoar a energia proveniente das UHE do Rio Madeira.

Esta licença também abrange e ampliação das seguintes Subestações Associadas: Jauru, Vilhena, Pimenta Bueno, Ji-Paraná, Ariquemes, Samuel e Porto Velho. Esta Linha será constituída por 1 circuito de 230 kV faixa de servidão prevista com 40 metros de largura, extensão estimada de 989km, e com a previsão de instalação de 1.974 torres, divididas entre estruturas estaiadas (1.559) e autoportantes (415), com vão médio de 500 metros entre torres.

Os municípios  por onde a obra passa são os de Jauru, Vale de São Domingos, Pontes e Lacerda, Conquista d'Oeste, Nova Lacerda e Comodoro, situados no Estado do Mato Grosso; e Vilhena, Chupinguaia, Pimenta Bueno, Cacoal, Ministro Andreazza, Presidente Médici, Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Jaru, Theobroma, Ariquemes, Rio Crespo, Cujubim, Itapoã do Oeste, Candeias do Jamari e Porto Velho, situados no Estado de Rondônia.

No dia 05 de novembro de 2009, o Ibama já havia emitido o Termo de Referência para realização de Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) da Linha de Transmissão em  Jauru/Porto Velho/Rio Branco. E no dia 09 de maio de 2011 aceitou o estudo.

João Carlos Pedreira
Colaborador
Ascom/Ibama