Ampliar

O Ibama realizou no dia 17 de novembro, no Hotel Hilton, em Belém – PA, o Workshop Técnico do Projeto de Manejo na Floresta Nacional do Tapajós para Produção Sustentada de Madeira Industrial. O objetivo foi avaliar e analisar os resultados alcançados e as lições aprendidas durante a execução do projeto.
No workshop foram apresentados trabalhos desenvolvidos como o Projeto Tapajós – análise dos resultados e perspectivas; Estudos dos impactos sociais e econômicos identificados do projeto e simulações de possíveis impactos em áreas maiores realizadas; Lançamento das fichas dendrológicas do Projeto Dendrogene, e outros.
Dando continuidade aos trabalhos técnicos do workshop, também foi realizado no dia 19 do corrente, ás 15:00 h, no Amazon Park Hotel em Santarém-PA, o Seminário de Encerramento do Projeto PD68/89, Manejo na Floresta Nacional do Tapajós para Produção Sustentada de Madeira Industrial – Projeto Tapajós, cujo objetivo foi instalar um modelo de manejo florestal para produção sustentada de madeira em florestas tropicais, considerando dados técnicos, sociais, econômicos e ambientais, a fim de orientar futuras ações governamentais e a transferência dos conhecimentos adquiridos para diferentes segmentos da sociedade.Implementado em 1999 na Flona Tapajós, O Projeto abrangeu uma área de 3.200 ha para exploração de madeira em tora pela Empresa Agropecuária Treviso Ltda, que construiu toda a infra-estrutura e realizou a compra da madeira, foi financiado pelo Departamento para desenvolvimento Internacional do governo Britânico – DFID, que foram repassados para o Ibama via organização Internacional de Madeiras Tropicais - ITTO com orçamento de U$ 1.5 milhão. Após o termino do projeto a área será utilizada como demonstração de manejos florestais, aberta à visitação, pesquisa e monitoramento, mediante autorização do Ibama.
O seminário contou com a presença do Diretor de Florestas do Ibama – Antônio Carlos Hummel, do Gerente Executivo do Ibama em Santarém – Paulo Fernando Maier Souza, do Chefe da Flona Tapajós – Ângelo Lima Francisco e representante do Ministério do Meio Ambiente.
A programação do evento teve pela manhã, visita a campo para apresentação geral do projeto e à tarde, abertura do Seminário com ciclo de palestras proferidas pelos parceiros, Ibama, Embrapa, ITTO, LBA e lideranças comunitárias, encerrada com sessão de debates com a participação do público.
MARILENE SILVESTRE