Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Notícias 2017 > Ibama embarga 396 hectares no MS em operação de combate ao desmatamento na Mata Atlântica
Início do conteúdo da página

Ibama embarga 396 hectares no MS em operação de combate ao desmatamento na Mata Atlântica

Publicado: Sexta, 05 de Maio de 2017, 18h06 | Última atualização em Terça, 31 de Outubro de 2017, 19h26
Fiscal do Ibama vistoria desmatamento em área remanescente de Mata Atlântica no Mato Grosso do Sul
Foto: Ibama
Foto: Ibama

Brasília (05/05/2017) – Ação de combate ao desmatamento em áreas remanescentes de Mata Atlântica realizada pelo Ibama no Mato Grosso do Sul resultou na aplicação de 13 autos de infração que totalizam R$ 2,2 milhões e no embargo de 396 hectares, equivalentes a cerca de 400 campos de futebol.

As áreas desmatadas foram identificadas pelo Núcleo de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto do Ministério Público do Estado durante a Operação Cachorro-Vinagre, que apurou desmatamentos ilegais ocorridos de 2013 a 2015 nos biomas Cerrado e Mata Atlântica localizados na bacia hidrográfica do Rio Paraná (MS).

Mapa da Área de Aplicação da Lei da Mata Atlântica elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que o bioma ocupava originalmente 59.522,84 Km² no Mato Grosso do Sul e que atualmente restam apenas 18% desta área, incluindo trechos em vários estágios de regeneração, antes ocupados por florestas, formações campestres e áreas de transição entre cerrado e florestas. Nesses locais ainda é possível encontrar espécies características como peroba-rosa, bálsamo, cedro-rosa e angico-da-mata, entre outras.

“A atuação do Ibama na Mata Atlântica é considerada prioritária no Mato Grosso do Sul em função da histórica degradação sofrida pelo bioma”, disse o coordenador-geral de Fiscalização Ambiental, Renê Oliveira. Segundo ele, no Plano Nacional Anual de Proteção Ambiental (Pnapa) estão previstas ações específicas para o combate ao desmatamento da Mata Atlântica.

Destruir ou danificar vegetação primária ou secundária em estágio médio e avançado de regeneração no bioma Mata Atlântica é crime ambiental que resulta em detenção de um a três anos e multa de R$ 7 mil por hectare (Decreto nº 6.514 de 22/07/2008 e Lei nº 9.605/1998 de 12/02/1998).

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página