Serviços

Facilidades

Ibama aplica multa de R$ 1 milhão à mineradora Samarco e nega adiamento de prazo para retirada de rejeitos

Brasília (29/08/2016) – O Ibama aplicou no último dia 20/08 a sétima multa, no valor de um milhão de reais, à mineradora Samarco, responsável pelo rompimento da barragem de Fundão, em 5 de novembro de 2015, em Mariana (MG,) que resultou no maior desastre socioambiental do país no setor de mineração. O motivo foi a omissão de informação em documento oficial entregue ao Ibama referente ao depósito temporário de rejeitos localizado na região de Barra Longa (MG). O Instituto também negou pedido da empresa, controlada pela Vale e pela BHP, de adiamento do prazo para a retirada da lama acumulada no reservatório da Usina Hidrelétrica (UHE) Risoleta Neves, conhecida como Candonga.

Durante a retirada, o transporte e o armazenamento de rejeitos no município de Barra Longa, a Samarco causou uma série de transtornos à população local.

Leia mais...
 
Ibama realiza seminário sobre proliferação de Javalis no Brasil

Brasília (25/08/2016) - Nos próximos dias 30 e 31 de agosto, o Ibama, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) promovem o Seminário de Nivelamento de Informações e Conhecimentos sobre a Invasão de Javalis no Território Nacional. O evento acontecerá no auditório do ICMBio, em Brasília. O objetivo é nivelar as diversas entidades que atuam com o tema e reunir as informações disponíveis para a elaboração do Plano Nacional de Prevenção, Controle e Monitoramento do Javali (Sus scrofa) em Estado Asselvajado no Brasil.

Leia mais...
 
Ibama realiza reunião pública para discutir o licenciamento do Complexo Hidrelétrico de Paulo Afonso

Brasília (23/08/2016) - O Ibama realizará reunião pública no dia 01/09, em Paulo Afonso, na Bahia, para apresentar e discutir o processo de licenciamento do Complexo de Paulo Afonso, conjunto de usinas hidrelétricas da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), localizado nos municípios de Paulo Afonso (BA), Glória (BA), Delmiro Gouveia (AL) e Jatobá (PE). O objetivo é debater com a população as medidas de mitigação e compensação adotadas pela Chesf no processo de licenciamento ambiental do empreendimento e ouvir sugestões para a definição de novas diretrizes a serem estabelecidas para a emissão da licença de Operação (LO).

Participarão das reuniões públicas técnicos dos Núcleos de Licenciamento Ambiental do Ibama de Recife (PE), Aracaju (SE) e Maceió (AL), e da Coordenação de Energia Hidrelétrica, de Brasília.

Leia mais...
 

Últimas Notícias