Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais notícias > Notícias 2017 > Aumenta controle sobre exportação de raias de água doce
Início do conteúdo da página

Aumenta controle sobre exportação de raias de água doce

Última atualização em Quinta, 09 de Fevereiro de 2017, 20h17
Raia de água doce
Foto: Ibama
Foto: Ibama

Brasília (08/02/2017) - A exportação de raias de água doce brasileiras para fins ornamentais e de aquariofilia foi submetida a controle mais rigoroso. A pedido do Brasil, elas foram incluídas no apêndice III da Convenção Internacional sobre Comércio de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora (Cites). Com a mudança, raias de água doce remetidas ao exterior deverão estar acompanhadas de Licença Cites.

A medida tem a finalidade de reduzir o tráfico de espécies com alto valor agregado para nações vizinhas, de onde vinham sendo exportadas irregularmente. Com a nova regra, autoridades do país importador podem apreender os espécimes e penalizar as empresas responsáveis ao verificar a falta de certificado de origem.

A Licença Cites é o documento que autoriza a exportação e a importação de espécimes, produtos e subprodutos da fauna e da flora presentes nos anexos da Convenção. Para obtê-la, o interessado deve preencher o requerimento de licença disponível no site do Ibama.

Mais informações:
Licença Cites

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página