Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais notícias > Notícias 2017 > Comércio internacional do jacarandá tem novas regras
Início do conteúdo da página

Comércio internacional do jacarandá tem novas regras

Última atualização em Terça, 24 de Janeiro de 2017, 18h32
Jacarandá
Foto: Vinícius Mendonça/Ibama
Foto: Vinícius Mendonça/Ibama

Brasília (02/01/2017) – Novas regras para o comércio internacional de jacarandá (gênero Dalbergia spp.) passam a valer a partir desta segunda-feira, 02 de janeiro de 2017. Na última Conferência das Partes da Cites (Convenção Internacional sobre Comércio de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora), realizada em outubro, na África do Sul, foi aprovada proposta para inclusão do gênero Dalbergia spp. no apêndice II da Convenção, que lista animais e plantas cujas licenças para importação e exportação estão sujeitas a um controle maior.

Todos os produtos de madeira do gênero Dalbergia que entrarem ou saírem do país deverão estar acompanhados de licenças Cites, exceto folhas, flores, pólen, frutos e sementes. O documento também não é necessário em casos de exportação com fins não comerciais que tenham um peso total máximo de 10 kg por envio.

A Dalbergia nigra, que apresenta maior vulnerabilidade e já fazia parte do apêndice I da Cites, onde constam espécies ameaçadas de extinção, permanece com exportação proibida, exceto em caso de utilização não comercial, como em pesquisas científicas.

A licença Cites é o documento que autoriza a exportação e a importação de espécimes, produtos e subprodutos de espécies da fauna e da flora listadas nos anexos da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção. Para obtê-la o interessado precisa estar inscrito e regularizado no Cadastro Técnico Federal (CTF). O tubarão-do-lombo-preto, o tubarão-raposa, e as raias do gênero Mobula também foram incluídas no apêndice II da Cites durante a 17ª Conferência das Partes da Convenção.

Mais informações:
• Licença Cites
• Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Assessoria de Comunicação do Ibama
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 3316-1015

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página